A comida ocupa um lugar de destaque em nossas vidas. É combustível, nutrição, conexão com os outros e um distintivo que diz algo sobre quem somos, de onde viemos e em que acreditamos. É emocional e racional, pessoal e público. De sementes a colheitas, centros de distribuição a mercearias e despensas a mesas, a comida é uma decisão diária central para as nossas tradições, culturas e crenças pessoais e políticas. Ao mesmo tempo, nunca vimos tal variedade e opções disponíveis para nós, e nossos clientes de alimentos e bebidas são representativos da diversidade encontrada na cadeia desse segmento.

Ajudamos os nossos clientes a navegar pelas complexidades do panorama alimentar e a engajar-se com seus diversos stakeholders. Conhecemos as tendências do segmento relacionadas a questões de cultura, saúde pública, meio ambiente, economia, política e negócios. Estamos cientes sobre as discussões em torno de obesidade, rotulagem nutricional, marketing para crianças, trabalho, saúde animal, segurança alimentar, política de nutrição, insegurança alimentar e a evolução da agricultura moderna, pesca e processamento de alimentos. Por meio do Edelman Trust Barometer Food and Beverages e de estudos de tendências na América Latina, conhecemos as percepções da sociedade e quais aspectos influenciam na construção de confiança no setor.

Tendências e Confiança no setor

Edelman Trust Barometer 2021: Alimentos e Bebidas

A pandemia de Covid-19 e a crise econômica que vivemos no país tiveram um grande impacto no setor de Alimentos e Bebidas, desafiando a confiança e apresentando novas demandas para as empresas. Conheça os achados do ETB 2021 para o setor e as tendências levantadas por Jaqueline Januzzi, gerente de Desenvolvimento Global do Setor de Alimentos e Bebidas da Edelman.

Saiba mais

Dos restaurantes às cozinhas de casa

AS MUDANÇAS E OS DESAFIOS PARA O SETOR DE ALIMENTOS E BEBIDAS NA PANDEMIA

À parte dos terríveis impactos individuais e sociais, a pandemia também mudou nossos hábitos. Se antes estávamos acostumados a comer e beber em bares e restaurantes, esse cenário mudou de figura desde março de 2020. Marcília Ursini, Vice-presidente Executiva da Edelman Brasil, avalia como as empresas do setor precisaram se adaptar.

Saiba mais